Verbas da Saúde - Rastreamento das destinações das verbas públicas para a saúde
Em breve

ORÇAMENTO DE GUERRA PARA A SAÚDE

ORÇAMENTO DE GUERRA PARA A SAÚDE
R$ 1 bilhão. Esse é o valor que o Ministério da Saúde deve repassar para hospitais públicos e filantrópicos cobrirem déficits operacionais decorrentes do enfrentamento ao Coronavírus.

R$ 1 bilhão. Esse é o valor que o Ministério da Saúde deve repassar para hospitais públicos e filantrópicos cobrirem déficits operacionais decorrentes do enfrentamento ao Coronavírus. Os recursos são do “Orçamento de Guerra”, aprovado em maio, que liberou, desde então, R$ 36,7 bilhões para ações de combate à pandemia. 

De olho nos novos recursos, hospitais paulistas se habilitaram junto ao Ministério e já receberam a aprovação do encaminhamento dos pleitos pela Comissão Intergestores Bipartites do Estado (CIB/SP). 

Entre os eles estão: o Hospital do Amor (R$ 221 milhões); as Santas Casas de Jales (R$ 3,3 milhões), Fernandópolis (R$ 3,9 milhões), Votuporanga (R$ 6,2 milhões), São José do Rio Preto (R$ 13,9 milhões), São Carlos (R$ 8,8 milhões) e São Paulo (R$ 83 milhões); além do Incor (R$ 50,4 milhões) e dos Hospitais de Base de São José do Rio Preto (R$ 45,1 milhões) e Emílio Carlos, de Catanduvas (R$ 8,1 milhões).

O pedido de socorro financeiro ao Governo Federal partiu da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS), em setembro, durante visita do Secretário de Atenção Especializada (SAES) do Ministério da Saúde, Coronel Luiz Otávio Franco Duarte, à entidade gaúcha. Na ocasião, foi apresentado levantamento dos prejuízos da instituição, desde o início da pandemia. 

Ainda em setembro, o Ministério da Saúde não só atendeu ao pleito do hospital porto-alegrense como estendeu a possibilidade de apoio financeiro a outras instituições de saúde, que tiveram até 10 de dezembro para apresentar documentação comprovando prejuízos causadoss pela pandemia e a necessidade de recursos.

Nos próximos dias, o Ministério deve publicar portaria com as entidades contempladas e os valores correspondentes. Tudo leva a crer que a saúde continuará precisando de um Orçamento de Guerra em 2021.


18/Dec/20 - Acao Comunicativa
Facebook icon LinkedIn icon Twitter icon
Plataforma para acompanhar as destinações das verbas públicas para a saúde